Dicas para manter os pés secos na vela?

(3)

Todo praticante de vela conhece a sensação desagradável de ter os pés molhados no interior dos sapatos ou botas. Além da sensação desagradável, este fenômeno traz um problema em relação ao equilíbrio. Na verdade, os pés molhados tendem a deslizar dentro do sapato ou da bota. Nós compartilhamos com você algumas dicas para manter seus pés secos quando você navegar. 

 

Boas idéias falsas para manter os pés secos:

Acima de tudo temos de identificar o que, na teoria, parece ser uma boa idéia, mas, na prática, revela-se inútil ou até embaraçoso.

Colocar vários pares de meias. Duas camadas não demorarão mais a molhar mas, em contrapartida, o tempo de secagem é bem maior. Você ficará com os pés molhados por mais tempo.

Além disso, a espessura sob o pé deve ser minimizada para permitir uma melhor sensibilidade, levando a um melhor equilíbrio.
 

Dicas da vovó:

Você pode, é claro, envolver o pé em um saco de plástico por cima da meia (de material sintético pois seca mais rápido), isso vai protegê-lo da umidade exterior, mas o calor de seus pés irá criar uma condensação e ele deslizará dentro de suas botas ou sapatos.

Para evitar perder aderência dentro do sapato, outro truque é colocar meias longas por baixo em suas meias, você vai manter os pés secos, e eles não escorregarão em seus sapatos ou botas.

Você pode colocar meias de neoprene impermeáveis sob suas botas ou sapatos, tipo sapatilhas de surf muito fina espessura máxima de 2 mm. Dica de vovó surfista.
 

Meias imper/respi:

Além dos truques da vovó que tem todas as desvantagens, há um produto que não foi concebido para a prática de vela na base, mas que parece conhecer bastante as expectativas em relação à proteção contra a umidade nos pés: As meias imper/respi sealskinz.

Recentemente, Tanguy De Lamotte, nosso parceiro técnico, estava em nossas instalações em Hendaye para trocar ideias com nossos gerentes de produto sobre roupas para a vela, especialmente sobre a idéia de desenvolver-se em um eventual futuro, meias imper/respi específicas para o esporte da vela. 


 

E se falássemos de botas para a vela?

Calçados de vela:


 

dicas-para-manter-os-pés-secos-na-vela

Existem de tênis de ponte, composto de materiais resistentes à água do mar, desfrutando de uma boa capacidade para água e secando rapidamente.

Sua aderência e sua leveza lhe oferecem um melhor conforto, tornando-o também ideal para regatas com bom tempo.

A desvantagem dos sapatos é que eles podem ter um tempo de secagem muito curto, mas permanecerão ligeiramente molhados em caso de chuva.

Botas de vela:


 

 

As botas de borracha são 100% impermeável, seu problema é que eles não deixaram espaço para a respirabilidade. Na verdade, elas protegem tanto contra a entrada de água como contra a evacuação da umidade criada pelo suor ou pela condensação.

A imagem dos casacos de comandante, as novas botas destinadas à vela estão cada vez mais estudadas e a importância é dada tanto para a impermeabilidade quanto à respirabilidade. Equipado com solas de borracha micro-estriadas, sua estabilidade não vai ser prejudicada.  

Se você deixar cair a parte de baixo do seu macacão sobre as botas, isso impedirá a água de entrada por cima. Velcro ajustáveis no tornozelo manterão esta estanqueidade.
 

Botas imper/respi aprovadas durante a Vendée Globe: 

 

Tanguy De Lamotte, nossa parceira técnica, as testou ao redor do mundo no Vendée Globe, a corrida sem escala, em solitário, mais exigente do mundo. Ele nos disse que tinham sido bastante práticas, pois ele usou somente um par ao longo de seus 98 dias da corrida, o que representa um ganho de tempo considerável durante um teste sozinho.

O que está acontecendo? Conte-nos suas dicas para manter os pés secos em vela habitável, deixando um comentário.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
HAUT DE PAGE