Como se proteger do sol: guia de proteção solar?

proteção-sol-criança

 

Como se proteger do sol? Eis aqui o conjunto dos nossos conselhos.

Nós redigimos, em parceria com a Liga Contra o Câncer, o guida para proteção contra sol para que você desfrute do sol com toda a segurança. Na hora de pensar em preparar sua mala para as primeiras saídas sob o sol, também é hora de pensar na sua proteção contra os raios ultravioleta ruins. Seu rosto e o seu corpo assim como os de seus filhos precisam ser eficazmente protegidos para evitar quaisquer queimaduras solares que podem ser dolorosas.

Abaixo, você vai encontrar uma síntese do guia de proteção contra o sol "10 dicas para desfrutar do sol com toda a segurança", que você pode baixar gratuitamente e na íntegra clicando aqui: Guia de proteção contra o sol

1. O sol é indispensável à vida

Uma exposição de alguns minutos por dia são suficientes para agir em nosso moral e no nosso bem-estar. Nossos organismos precisam do sol para sintetizar a vitamina D que age na nossa massa óssea e que fixa o cálcio e fósforo. Isto é essencial para as crianças.


 


 

2. Quais são os riscos?


 

Após a exposição ao sol desprotegida você corre o risco de queimaduras solares e um envelhecimento acelerado da pele, resultando em manchas marrons ou claras, pequenas cicatrizes brancas em forma de estrela, ressecamento da pele, aparecimento de rugas e espessamento da pele. A queimadura solar é uma queimadura da pele. É necessário ser tratada como tal. Pergunte ao seu farmacêutico para cuidá-la com o tratamento adequado.

A queimadura solar é uma queimadura da pele. É necessário ser tratada como tal. Pergunte ao seu farmacêutico para cuidá-la com o tratamento adequado.


 

3. Diferentes tipos de pele

Algumas pessoas são mais sensíveis do que outras aos raios UV. Cada pele é diferente. Dependendo da sua cor, ela é mais ou menos sensível ao sol (fotótipo). Seja qual for o tipo de pele, a proteção adequada depende da intensidade dos raios UV, da duração da exposição e da atividade exercida.

Extremamente sensível (fotótipo 1). Sua pele é muito clara, muitas vezes com sardas. Você apresenta queimaduras solares muito facilmente e nunca ou muito dificilmente se bronzeia!  Não procure se bronzear. Proteja-se.
A exposição ao sol é fortemente desaconselhada entre 12h e 16h*.
Uma proteção máxima é essencial: roupas, chapéu, óculos de sol e protetor solar com FPS muito alto (FPS 50+).

Sensível (fotótipo 2). Sua pele é clara, às vezes com sardas. Você apresenta queimaduras solares facilmente e muito dificilmente se bronzeia. Não procure se bronzear. Proteja-se.
A exposição ao sol é fortemente desaconselhada entre 12h e 16h*.
Uma proteção máxima é essencial: roupas, chapéu, óculos de sol e protetor solar com FPS muito alto (FPS 50+).

Pouco sensível (fotótipo 3). Sua pele é um pouco morena. Você dificilmente apresenta queimaduras solares e se bronzeia facilmente.
Você pode adquirir um bronzeado leve. No entanto, a exposição ao sol não é recomendada entre 12h e 16h* sem uma proteção integral: roupas, chapéu, óculos de sol e protetor solar com FPS alto (FPS 30 e 50).

Suficientemente resistente (fotótipo 4 e 5). Sua pele é morena a muito morena, você quase nunca tem queimaduras solares e bronzeia muito rapidamente.
Você tolera bem o sol. Exponha-se gradualmente.
Especialmente nos primeiros dias, evite a exposição ao sol entre 12 e 16 h* sem proteção integral: roupas, chapéu, óculos de sol e protetor solar com FPS médio (FPS 15, 20 e 25).

Peles negras (fotótipo 6) são naturalmente protegidas contra os danos do sol. Entretanto, lembre-se de proteger as áreas mais claras (palmas das mãos e solas). O uso de óculos continua recomendado.
Você tolera bem o sol. Especialmente nos primeiros dias, evite a exposição ao sol entre 12 e 16 h* sem proteção integral: roupas, chapéu, óculos de sol e protetor solar (FPS 6 a 10).

4. Exposição de maneira razoável

 

Para uma exposição da melhor maneira possível, recomenda-se fortemente à exposição ao sol muito gradual. No primeiro dia, 10 minutos são suficientes para preparar a sua pele.
Limitar ao máximo a exposição das crianças até os 15 anos porque sua pele é mais sensível do que a de um adulto. Para os bebês, o único conselho e nunca expô-los ao sol!



As queimaduras solares durante a infância e,a exposição solar intensa intermitente aumenta o risco de desenvolver câncer de pele na idade adulta.

 
5. Proteger-se do sol

Qualquer que seja o lugar onde você esteja, cidade, mar ou montanha, é importante proteger-se contra os efeitos nocivos do sol. Ideal para se proteger-se é cobrir-se com roupas adequadas, um chapéu de abas largas e aplicar protetor solar nas partes do corpo expostas ao sol.



a. Roupas
A melhor proteção contra o sol é estar vestido. Use roupas longas, soltas, permeáveis ao suor como camisas de manga comprida e calças de linho ou algodão.
Atenção nem todos os tecidos protegem contra o sol. Apenas os tecidos com malhas apertadas e que atendem aos padrões europeus de proteção solar lhe protegem de forma eficaz. Por isso prefira para crianças, bem como para você, camisetas anti UV ou tops de proteção solar eficazes mesmo quando molhados.

b. Chapéu
O chapéu de abas largas chapéu cobrindo o pescoço e as orelhas é o preferido para a proteção ideal.

c. Óculos de sol
À beira da água ou nas montanhas, os olhos são muitos expostos por causa do fenômeno de reverberação. Portanto, é essencial para proteger os seus olhos e os de seus filhos. Cuidado com a cor dos óculos e a categoria das lentes. Consultar o Guia de proteção contra o sol

d. Produtos solares
Os protetores solares são usados para qualquer exposição ao sol e não apenas na praia. O protetor solar deve ser escolhido de acordo com o seu fototipo.

CATEGORIA

ÍNDICE DE PROTEÇÃO

FOTÓTIPO

BAIXA PROTEÇÃO

6, 10

Pele muito morena

MÉDIA PROTEÇÃO

15, 20, 25

Pele suficientemente sensível

ALTA PROTEÇÃO

30, 50

Pele sensível

ALTÍSSIMA PROTEÇÃO

50+

Pele muito sensível


 

Atenção, nós todos tendemos a aplicar uma camada de protetor solar menor do que a utilizada no laboratório é por isso que não devemos hesitar em usar um produto de alta proteção.
Lembre-se de proteger as crianças: a pele dos bebês e das crianças é mais sensível. Ela é mais fina do que a dos adultos e as suas células não têm capacidade de reparação para lidar com as repetidas queimaduras solares.

6. Cuidado com as idéias erradas


- Todo mundo pode se bronzear?
- As horas mais quentes do dia são as mais perigosos?
- Não precisamos nos proteger quando estamos bronzeados?
- O protetor solar permite se expor por mais tempo?
- Ficar na água protege contra o risco de queimaduras solares?
- A Roupa molhada protege tanto quanto uma roupa seca?
- As pessoas de pele morena ou muito morena não precisam de proteção solar?



7. Desconfie


Do sol a pino (zênite) (12h - 16h)
da reverberação
das nuvens, do vento e do frescor
da altitude


 
8. Preparações desnecessárias antes da exposição


- Sessões de UV:
As sessões de UV não preparam a pele contra o sol, ao contrário do que se poderia pensar. Este atividade ainda aumenta o efeito cancerígeno da exposição prolongada ao sol.

- Produtos autobronzeadores:
Os produtos autobronzeadores agem apenas em células mortas da camada córnea da pele, o que explica a sua ação limitada a 4-6 dias.

- Aceleradores de bronzeamento:
Alguns óleos com base Monoï ou gordura de ordenha não têm filtro de proteção e aumentam os efeitos nocivos do sol.

Complementos alimentares:
Os suplementos dietéticos não protegem contra os raios UV nem substituem o consumo de frutas e legumes da estação.



Atenção aos medicamentos, desodorantes e perfumes!
Eles podem causar alergias, causar fotossensibilidade ou queimaduras graves após a exposição.

9. Coloque a sorte do seu lado

- Beber muita água!
- Comer de modo equilibrado!
- As vitaminas dão um bom aspecto!
- Ouse a cor com alimentos ricos em beta-caroteno!
- Meu coquetel pele de pêssego!



Para todos os detalhes, clique aqui: Guia de proteção contra o sol

 
10. Preste atenção à sua textura da pele


Examine a sua pele regularmente:
Uma ferida, um sinal, uma crosta e até mesmo a textura da pele devem ser cuidadosamente monitorizados. Quaisquer alterações persistentes da pele devem levar a uma visita ao dermatologista.



Pessoas de fotótipo 1 e 2 e pessoas que têm muitos sinais devem ser monitorizados regularmente.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
HAUT DE PAGE